25 março, 2007

│work in progress│

# cibelle - london, london [feat devendra banhart] #

fresco, solto, livre, límpido, e profundo, como se espera de um sorriso.

08 março, 2007

│epêntese│





só os nomes emprestam legitimidade aos dias.

07 março, 2007

│ligação arte rial│



- tenho sempre as mãos frias.
- não é bem isso, tens sempre o frio nas mãos, um frio que se abriga nelas para não morrer.

rui nunes

04 março, 2007

│hinterland│






# fugir do ruído # fugir do silêncio #

ir.
pela página.

: à volta :
chão, céu, cor. aqui. mar.

: azul :
afaga afaga afaga afaga afaga afaga apaga afaga apaga afaga apaga a dor.

apaga.

por Alguém.

03 março, 2007

│outras audições│



só o sangue dói como um relâmpago.

para ouvir com o queixo pousado nos joelhos, de olhos fechados para melhor abrir o céu, sentindo dentro o traço de fogo de uma mão silenciosa que se fecha. povoar milimétrica e cirurgicamente todos os espaços em branco ardente.

01 março, 2007

│papel mate│



que as estrelas fossem o meu tecto, que a luz da lua fosse a única água a banhar-me o rosto, que o vento fosse o lençol com que aconchego o frio, e o sono a única inconsciência que me seduzisse.