18 junho, 2006

│cardio│



somente a tua companhia a fazer-me sentido.

no fundo do coração moído.

1 comentários:

Anonymous disse...

esse velho casarão, como um abrigo.
os teus braços, como um conforto.

mar