15 dezembro, 2006

│nebulosa│


passos que descansam da nervosa luta dos dias
fecham-se, caem em catedrais privadas de incenso,
chá, e gestos anteriores ao vento
que inscrevem no momento
uma casa que espera para navegar entre as estrelas.

a chávena quente que aquece as mãos e o coração tamanho de todo o mar.

9 comentários:

(in)tacto disse...

passos vigorosos de
coragem desmedida.
um espaço de interioridade,
aquecido em sorrisos.

a silent paper
and a cup of tea
:)

imo disse...

uma colher de açúcar.
:)

rosa disse...

Juan Ramón Jiménez

A terra leva-nos por terra;
mas tu, mar,
levas-nos pelo céu.

imo disse...

gestos de ave
em mar tamanho de céu.

Luis disse...

gestos anteriores ao vento


bonita imagem....

imo disse...

os gestos também sopram.
obrigada, luís.

Luis disse...

eu sei, já me foi dada a benesse de sentir esse sopro

e por isso sei dar valor aos gestos que fazem sentir um sopro, em vez de só vento

são raros

rosa disse...

raros, voces, aqui.

imo disse...

tão bom receber-vos, a todos, aqui.
bem hajam!

│the end│

perdeste o nome como eu há muito perdera a infância. trying to stay awake noite turva pelo tamanho do medo and remember my name tentando lu...